Missionários
Claretianos Brasil

home » Evangelho Meditado

Evangelho Meditado

Segunda-feira, 24 de Julho de 2017

Ex 14,5-18: Saberão que eu sou o Senhor, quando eu for glorificado às custas do Faraó

Ex 15: Ao Senhor quero cantar, pois fez brilhar a sua glória

Mt 12,38-42: No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra esta raça

38Então alguns escribas e fariseus tomaram a palavra: Mestre, quiséramos ver-te fazer um milagre. 39Respondeu-lhes Jesus: Esta geração adúltera e perversa pede um sinal, mas não lhe será dado outro sinal do que aquele do profeta Jonas: 40do mesmo modo que Jonas esteve três dias e três noites no ventre do peixe, assim o Filho do Homem ficará três dias e três noites no seio da terra. 41No dia do juízo, os ninivitas se levantarão contra esta raça e a condenarão, porque fizeram penitência à voz de Jonas. Ora, aqui está quem é mais do que Jonas. 42No dia do juízo, a rainha do Sul se levantará contra esta raça e a condenará, porque veio das extremidades da terra para ouvir a sabedoria de Salomão. Ora, aqui está quem é mais do que Salomão.

Comentário

Os doutores e fariseus buscam um sinal do céu nas práticas de Jesus. Não lhes interessa os sinais que ele realiza. Sua religiosidade é mágica: querem sinais para acreditar. Essa fé não muda a vida nem a história dos pobres. Sua religião é desencarnada e sem compromisso com a justiça. Jesus é o sinal terreno de Deus. Ele é o sacramento do encontro com Deus. Deus se fez história humana em Jesus. Não precisamos de sinais do céu. Ele é o sinal humano libertador dos oprimidos, profeta de gestos que curam. Seu sinal maior é dar a vida e permanecer escondido no seio da terra três dias e três noites como Jonas no ventre da baleia, para triunfar glorioso. Hoje continuamos buscando sinais do céu, coisas maravilhosas para crer. E assim não multiplicamos sinais da terra, sinais do reino, curando feridas, organizando os oprimidos, consolando os desgraçados como fazia Jesus. E assim a religião fica escondida no âmbito secreto sem sair às ruas, sem consolar os sofredores.

Santo do Dia

S. Cristina, a Admirável

1150-1224 ? religiosa ? "Cristina? deriva de "Cristo? que significa \"ungido, escolhido? Cristina nasceu em Brusthem, França, em 1150. Órfã aos 15 anos, sua vida aparece envolta em fatos extraordinários, como costumam ser os relatos das vidas edificantes comuns do seu tempo. Um de seus biógrafos, por exemplo, afirma que a santa rolava por chamas ou perambulava pelos túmulos dos mortos. Isto porque uma vez morreu, mas obteve de Deus a graça de retomar ao corpo, a fim de rezar e oferecer a própria vida em favor dos irmãos na fé já falecidos. Ao final da vida, S. Cristina era uma mulher envolta em profunda paz espiritual e comunhão com Deus. Morreu em 1224, no convento de S. Catarina.

Calendário - Serviço Bíblico