Missionários
Claretianos Brasil

home » Evangelho Meditado

Evangelho Meditado

Quinta-feira, 21 de Junho de 2018

Tema: São Luís Gonzaga, Religioso (Memória)

Eclo 48,1-15 (Gr. 1-14): Elias foi envolvido no turbilhão, e Eliseu ficou repleto do seu espírito.

Sl 96,1-2. 3-4. 5-6. 7 (R. 12a): Ó justos, alegrai-vos no Senhor!

Mt 6,7-15: Vós deveis rezar assim.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: Quando orardes, não useis muitas palavras, como fazem os pagãos. Eles pensam que serão ouvidos por força das muitas palavras. Não sejais como eles, pois vosso Pai sabe do que precisais, muito antes que vós o peçais. Vós deveis rezar assim: Pai Nosso que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu Reino; seja feita a tua vontade, assim na terra como nos céus. O pão nosso de cada dia dá-nos hoje. Perdoa as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal. De fato, se vós perdoardes aos homens as faltas que eles cometeram, vosso Pai que está nos céus também vos perdoará. Mas, se vós não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que vós cometestes.

Comentário

A oração do Pai-Nosso é central em todo o Sermão da Montanha porque vincula o projeto de Deus –seu Reino e reinado na história– com a tarefa de todo ser humano de praticar a justiça. A oração do Pai-Nosso exige evitar a manipulação e a demagogia, e é mais um itinerário de como orar e um horizonte para motivar toda oração humana (6,7-8). Seu ponto de partida (6,9a) é a relação entre Deus e a pessoa-comunidade orante. Seu núcleo (6,9b-13) apresenta o discernimento sobre as possibilidades que temos de construir condições de vida nas quais a santidade de Deus se manifeste, aconteça seu reino e cumpra-se a sua vontade no mundo, e a criação de condições de sustentabilidade econômicas, sociais e culturais para o presente e para as próximas gerações, nas quais a violência não tenha a última palavra. O desfecho (6,14-15) desta oração é a esperança de viver como humanidade reconciliada em sua dimensão inter-humana, comunitária, política e –diríamos hoje–, ecológica.

Santo do Dia

S. Luís Gonzaga

1568-1591 ? religioso ? \"Luís? significa \"guerreiro famoso?

Oriundo de Mântua, Itália, e filho primogênito dos Castiglione, pertencentes à coorte do rei Filipe II da Espanha, Luís Gonzaga estava destinado a ser um dos grandes senhores desse mundo. Renunciou, contudo, ao principado em favor de seu irmão e ingressou na Companhia de Jesus (1587), em Roma, em uma clara contestação ao mundo fútil, vaidoso, corrupto que o rodeava. Rebelde, em vez da riqueza escolheu a pobreza de Cristo, em vez da glória de ser servido, a humildade de servir por amor a Deus. Em 1591, enquanto se preparava para ordenar-se, ofereceu-se para cuidar das vítimas da peste que assolava Roma e que o vitimou também.

Calendário - Serviço Bíblico